Balanço do Desafio dos R$100,00 e o que eu aprendi com isso!

No final do ano passado, fiz um texto falando sobre a minha experiência de ficar um ano sem compras, a qual chamei de dieta fashion.
Agora, volto a esse blogzinho querido para falar sobre o meu desafio de voltar às compras, gastando no máximo R$100,00 por mês com peças versáteis e úteis para o meu guarda-roupa.

Como mostrei no post das últimas compras, terminei o ano com o saldo zerado (sem dívidas e com o troquinho de X reais pra colocar no cofrinho)! Ao todo, foram 58 PEÇAS!
1 rasteirinha, 2 sapatilhas, 1 jardineira, 3 lenços, 26 + bijuterias (entre anéis, brincos, pulseiras e colares), 1 kimono, 2 cardigans, 11 camisas, 1 bikini, 1 legging, 1 bolsa, 1 vestido, 2 blazers, 1 cinto, 3 saias e 1 saia longa.

É ou não é um tanto de peças?
Aprendi que dá sim pra fazer farturinhas com uma pequena quantidade de dinheiro mas, principalmente, dá pra comprar roupas atuais, bacanas e exclusivas procurando nos lugares certos (ou incertos) e vasculhando em locais de compras mais alternativos.
Nesses 12 meses conheci vários brechós (e a saga continua no ano que vem!), frequentei feiras, bazares, liquidações e vi que tem muita coisa legal por aí, fora das etiquetas tradicionais, principalmente, peças antigas e super conservadas e de gente que bota a mão na massa e faz coisas incríveis.
E aí eu percebi que, mais do que o preço, o principal de uma roupa é de onde ela saiu e o conceito que ela traz! Daí minha posição – que fui amadurecendo ao longo do ano – de não comprar em sites chineses (e isso acarreta um outro post que to ensaiando há meses! Sim, eu divago!).
Enfim, acho que a grande sacada é que quantidade não é, mesmo, qualidade. Mesmo com a verba limitada, acabei comprando coisas bem baratinhas, mas que não somaram ao meu guarda-roupa.

E, como havia prometido no começo do ano, a cada nova peça que entrasse, pelo menos uma sairia do armário. Mas não foi bem isso que aconteceu. Fui adiando a limpa e cheguei ao final do ano com novas e antigas peças no mesmo lugar.
Então, percebi que consegui controlar o impulso pela compra, que tinha há anos atrás. Também consegui estabelecer limites quanto aos meus gastos e estabelecer prioridades nas minhas compras. Agora, é a vez de reciclar o guarda-roupa, eliminar as peças menos usadas e deixar as peças coringas se sobressaírem. É aquela velha história de que o acúmulo mais gera dúvidas do que solução. Quero deixar meu novo guarda-roupa enxuto e só com coisas bacanas!

Então, que comece meu novo desafio: o desapego!

A cada nova peça de roupa, pelo menos uma antiga sai! Mostrarei essa movimentação todo final de mês aqui no blog! Dessa vez é pra valer!
E que venha 2015! 😀

Acompanhe também:
Facebook Twitter | Instagram

Poderá também gostar de:

Deixe um comentário

1 Comentário em "Coleção Um amor de verão: Rocar"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Lanna
Visitante

Que amor, como pode?
Eu amei tudo e quero tudo no meu guarda – roupa ♥

wpDiscuz

A menina da Dieta Fashion. Adora inventar uma moda e falar sobre tudo que pega bem! Juizforana, vinte poucos anos, jornalista, empresária e apaixonada pela vida. Acredita no amor e ele está presente em tudo que faz. Como toda leonina, adora um desafio. Sonha voar por todo mundo e viver sempre aprendendo.