Desconectar das redes sociais é preciso!

Uma blogueira/jornalista falando isso é meio controverso, mas necessário.

Desconectar das redes sociais é preciso.

Já parou pra pensar quanto tempo você passa nelas? E o quanto isso te afeta?

Quantas vezes você abriu o celular para fazer uma coisa e acabou se distraindo com várias outras? Quantas vezes você perdeu as horas acompanhando a vida dos outros? Quantas vezes você mudou drasticamente o seu humor (que estava ótimo) quando recebeu uma mensagem indesejada?

As redes sociais podem afetar a sua produtividade, rotina, trabalho, relacionamento, humor, apetite (ou a falta dele) e várias outras coisas (que se fosse-mos falar aqui, ficaríamos escrevendo por horas).

Não to aqui pra demonizar as redes sociais, até porque faço parte delas, meu trabalho é com elas e eu sigo aprendendo/ganhando muitas coisas por meio delas (conhecimento, amigos, experiências pessoais e profissionais, etc).

Mas fato é que precisamos ser seletivos.

No que postamos, no que lemos, em quem acompanhamos e, principalmente nas horas que passamos nelas.

As redes sociais podem ser MARAVILHOSAS, desde que tenhamos equilíbrio.

Passei muito tempo da minha vida vivendo em função delas. Na obrigação de postar, verificar, checar e-mails, responder TODOS os whatsapps e mensagens que eu recebia. Era um hábito instantâneo (e horrível) abrir os olhos ao acordar e pegar o celular (que ficava do lado da cama) para abrir e-mail, Facebook, Instagram e Youtube.

Até perceber que NÃO TINHA NECESSIDADE de fazer isso. Ninguém ia morrer, o mundo não ia acabar, eu não ia deixar de existir e nenhuma pessoa se prejudicaria se eu não a respondesse imediatamente.

Mesmo trabalhando com isso 24h/dia. Percebi que eu PRECISAVA TER HORAS para viver online. Precisava ter horas para postar, ter horas para responder, ter horas para interagir e ter horas para viver offline!

E tudo bem se eu não desse conta de responder todo mundo. Tudo bem não ser perfeita. Tudo bem não corresponder 100% das expectativas de alguém. Tudo bem ser humana e menos virtual.

A gente precisa de tempo pra gente. A gente precisa acordar pela manhã e pensar na vida antes de já ser invadido por um monte de mensagens no celular. A gente precisa estabelecer horários pra trabalhar e outros para não atender/responder mensagens.

Continuo AMANDO as redes sociais. Mas aprendi a não ser dependente delas. Aprendi (e continuo aprendendo) a usá-las com mais sabedoria. A olhar nos olhos enquanto converso com alguém, a me dedicar 100% às atividades que estou fazendo, a não sentir meus dias indo embora com tanta rapidez.

Desativei notificações de tela, deixo o celular longe ou desligo a internet quando tenho que me concentrar em algo e quando quero ver alguma coisa ou alguém que gosto de acompanhar, vou direto buscar por aquele conteúdo, sem me distrair com outras coisas. Quando entro na internet, tento priorizar o que é mais importante.

Eu sei que é complexo, e que várias vezes eu ainda escorrego. Mas sigo tentando usá-las da melhor forma possível. E vocês?

Poderá também gostar de:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz

A menina da Dieta Fashion. Adora inventar uma moda e falar sobre tudo que pega bem! Juizforana, vinte poucos anos, jornalista, empresária e apaixonada pela vida. Acredita no amor e ele está presente em tudo que faz. Como toda leonina, adora um desafio. Sonha voar por todo mundo e viver sempre aprendendo.