Minha humilde opinião sobre blogs de moda

Como eu postei essa semana nas redes sociais, participei de um ciclo de palestras na semana de moda do Independência Shopping. Eu e mais quatro blogueiras falamos sobre o universo dos blogs e isso me remeteu a esse texto que havia escrito, mas ainda não tinha publicado. 
Tempos atrás, um estilista brasileiro disse no Twitter que não existiam blogs bons e gramaticalmente corretos no Brasil.
Retruquei! Conheço vários blogs de moda bacanas, que tratam o assunto de diferentes formas e linguagens, mas com informação, cuidado e revisão ortográfica.
Como resposta, recebi um: “Pelas roupas, percebe-se que o seu não está entre os melhores”.
(Impressionante como as pessoas, muitas vezes pra argumentar, precisam ofender as outras, né?)
Mas gente! Eu nem estava defendendo o meu blog!
A começar que nem me considero uma “blogueira de moda” assim, na totalidade da expressão. Nas redes sociais costumo usar “pseudo blogueira” justamente por achar que não tenho conhecimento e muito menos dedicação suficiente para tal atividade. O blog pra mim sempre foi feito nas horas vagas e por puro prazer.
Mas desde que comecei a acessar a internet, acompanho blogs de moda e meninas que começaram a falar do assunto porque gostavam, foram ganhando destaque e se especializando, e hoje fazem um belo trabalho!
Um ótimo exemplo disso é a própria Cris Guerra, precursora do nosso querido “look do dia” no Brasil e que ganhou tanto domínio no assunto que acabou lançando o livro “Moda intuitiva”, o qual, da última vez que procurei, tinha acabado nas livrarias.
Várias dessas pessoas estudaram, se especializaram, se dedicaram e hoje vivem do blog.
E isso não se restringe àqueles que usam roupas caras e de grife. Alguns dos blogs que acompanho e adoro, como por exemplo o Oficina de Estilo, o Hoje vou assim Off e tantos outros, vão justamente na contramão do consumo e mostram que, mais importante que comprar e usar roupas caras e que são a última tendência em Paris, é preciso se conhecer, se gostar e usar aquilo que te faz bem.

E por isso que a blogosfera é tão legal, porque é possível encontrar um monte de idéias bacanas, se informar, fazer amizades e se expressar nessa sociedade tão imperativa em que propagandas e mais propagandas impõem como você deve ser e o que deve vestir.
Conheço milhares de meninas que começaram a compartilhar seus gostos e idéias em blogs e hoje são muito mais felizes e de bem com a vida e com elas próprias. 
E eu sou uma delas. Depois que comecei a compartilhar meus sufocos e descobertas nesse espacinho cibernético durante minha dieta fashion, aprendi a usar aquilo que me fazia sentir bem e a valorizar aquilo que, de fato, importava pra mim.
Por isso, antes de criticar, acho que vale analisar de fato o objetivo de tudo isso. Na minha humilde opinião, a moda é MUUUUITO mais do que alta costura, looks do dia e dicas de beleza, ela é a expressão de um sujeito e sua influência vai muito além da aparência, ela implica diretamente em como a pessoa se enxerga, suas crenças e seu modo de ser. E tem coisa mais singular e interessante que isso?!

Acompanhe também:

Poderá também gostar de:

Poderá também gostar de:

Deixe um comentário

1 Comentário em "Minhas fotos ensaio de gestante"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Lívia Madeira
Visitante

que fotos mais maravilhosas para registrar esse momento tão especial, e que linda essa participação do Hulk

http://www.tofucolorido.com
http://www.facebook.com/blogtofucolorido

wpDiscuz

A menina da Dieta Fashion. Adora inventar uma moda e falar sobre tudo que pega bem! Juizforana, vinte poucos anos, jornalista, empresária e apaixonada pela vida. Acredita no amor e ele está presente em tudo que faz. Como toda leonina, adora um desafio. Sonha voar por todo mundo e viver sempre aprendendo.