Talita Scoralick » Blog da Talita

Como as coisas mudam…

Como as coisas mudam (filosofias à parte…)
Um post atrás, estava eu, extremamente tediosa (ou, para usar a palavra que aprendi, fastiada).
Porém, vejam como estou hoje (tudo bem que vcs não podem me ver, mas podem, é… digamos… sentir!): Estou extremamente empolgada!
Tá… realmente não foi de um dia para o outro, aliás, se passaram vários dias, na verdade, meses (não, acho que não é pra tanto), mas enfim, foram uns bons tempos sumida e um compilado de acontecimentos que me levaram a tal sensação…
Já não me lembro de todos esses acontecimentos, mas tal é minha empolgação que vou listar alguns:
°voltei a andar (uhul! tudo bem que foi por livre e espontânea vontade já que o médico não deixou, mas vejam bem – de novo cismei com esse negócio de ver -, estou ótima e sem mancar!);
°fui pra praia (isso inclui ficar com aquele bronzeado –ham?-, passar tardes ensolaradas com my boyfriend, comer aqueles queijinhos mto bons e fazer altas palavras cruzadas!);
°dancei horrores na formatura da minha amiga (td bem que tive que usar longo com rasteirinha, mas até que eu tava na moda!);
°passei raivas e alegrias tentando vencer mais uma etapa na luta para tirar carteira (raivas como esperar sem ter previsão de datas para a prova, e alegrias como saber que não precisava fazer aquelas aulinhas chatas pq, graças a Deus, eu peguei a velha legislação e era só assinar uns papeizinhos);
°voltei das férias na Acesso, a empresa júnior lá da faculdade ( e, por incrível que pareça, eu gostei de voltar, pois estou trabalhando em artes mto bacanas -que valem um post a parte- e com isso estou super me capacitando em corel e photoshop -coisas que, particularmente, eu adoro!);
°eee, estou na preparação de uma big, ultra, mega festa pro niver de noventa anos da minha vó que vai ser no final do mês! (uhul! [2])
Bom, entre esses, tiveram aqueles e por assim vai…
Não foram acontecimentos bombásticos, que mudam a vida de uma pessoa, mas foram significativos para mim ao ponto de levantar o meu astral e sacudir a poeira (e ferrugem tbm, levando-se em consideração as várias semanas que passei de molho com o pé e o ânimo quebrados!)
E, para terminar com um clichê clássico que define muito bem essas mudanças nas nossas vidas (como passar de dia fastiantes – gastei heim?! – a dias empolgantes):

Não há nada como um dia após o outro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...