Sobre criatividade e novas possibilidades

Estava eu dando uma volta pela blogosfera quando entrei no blog O gato da Alice. Ela é uma fofa, aqui de Juiz de Fora, que produz peças artesanais lindíssimas e com muita referência de moda (recomendo muitíssimo).
Pois bem, foi quando um dos post me chamou super atenção. Ela fala sobre “desacostumar o olhar e pensar em novos usos para velhos conhecidos”. Sim, vocês ainda me ouvirão falar muito sobre esse papo de botar a caixola pra funcionar e criar coisas novas com peças antigas. Porque, gente, dá sim pra ficar na “moda” sem gastar muito dinheiro!
No post, a Alice fala da artista Anni Albers, que durante a Segunda Guerra criou acessórios feitos de rolhas (?!), arames, grampos e tudo mais o que pudesse ser usado com um pouquinho de ajuda da nossa amiga Criatividade. Olha que legal:

Aí, comecei a procurar mais e mais inspirações, e no Pinterest achei esses DIY super legais:

 

Aposto que você também  ficou com vontade de pegar a maletinha de ferramentas do papai + os grampos da vovó + uma fita de cetim e = fazer a festa né?!
Só que aí, assim como eu, você pensa: “ah, nem vem, não tenho tempo pra fazer essas coisas”.
Mas gente, tempo é relativo! Cá estou eu (na madrugada), que achava que não conseguiria nem postar meus looks semanais, super navegando por entre blogs e me empolgando cada vez mais com essas “novidades”.
Além disso, inspiração nunca é demais e a melhor coisa que existe é alimentar sua mente com boas ideias, seja fazendo combinações inusitadas, transformando ou criando novas peças, o resultado é sempre positivo!
Então, vamos colocar essas cabecinhas lindas pra funcionar?!

Poderá também gostar de:

Poderá também gostar de:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz

A menina da Dieta Fashion. Adora inventar uma moda e falar sobre tudo que pega bem! Juizforana, vinte poucos anos, jornalista, empresária e apaixonada pela vida. Acredita no amor e ele está presente em tudo que faz. Como toda leonina, adora um desafio. Sonha voar por todo mundo e viver sempre aprendendo.