Sobre sair da nossa zona de conforto

Fim de ano chegando e, como de costume, é hora de rever todos os planos que a gente listou no início do ano, reconsiderar alguns e realinhar expectativas pro próximo. E aí fiquei pensando sobre o que escrevi lá no comecinho de 2016, nesse post aqui, e percebi que, se teve uma coisa que esse ano me proporcionou, foi sair da zona de conforto.

zona-de-conforto-1“Zona de conforto é uma série de ações, pensamentos e comportamentos que uma pessoa está acostumada a ter e que não a causam nenhum tipo de medo, ansiedade ou risco. É uma região onde nenhum indivíduo se sente ameaçado.”

E tem coisa melhor? É um lugar calmo, tranquilo, onde você domina a situação e sabe exatamente o que esperar. Mas é só isso? Sim! É um lugar onde você não se arrisca, não vive novas experiências e, consequentemente, não aprende. Esse ano me forcei a ir um pouquinho mais longe, a pensar de forma diferente, a me aventurar em situações que não conhecia, a viver coisas que até então não viveria, e foi maravilhoso!

Como tudo que te tira do lugar comum, no começo gera incômodo, dor e, por vezes você pensa em desistir, dar um passo pra trás, voltar praquela zona conhecida. Muitas vezes você se pergunta: “por que tô fazendo isso?” e “não seria melhor continuar lá onde eu estava?”, mas não! Quando você dá um passinho a mais, quando você se esforça um pouquinho mais, quando você tenta outra vez, a sensação de conquista, de liberdade, de coragem é incrível.

zona-de-conforto-2 Não tem nada melhor do que a gente se sentir mais forte quando consegue vencer uma barreira pessoal. E não tem nada melhor do que sentir a dor do aprendizado também. Por que às vezes, essas dores são o que a gente precisa pra poder crescer (quem nunca chorou quando criança ao perceber que estava ficando adulto ou que os músculos estavam doendo enquanto os ossos cresciam?). Faz parte da vida. E é um processo natural. Por que interrompê-lo ou nos privar de vivê-lo?

Meu convite para 2017 é que possamos sair da nossa zona de conforto. Meu convite é que possamos nos permitir crescer mais um pouco. Que possamos experimentar coisas novas, ouvir novas opiniões antes de formar as nossas, julgar menos antes de analisar os fatos. Que possamos viver novas experiências, que não tenhamos medo do que as pessoas vão pensar, que possamos tirar desejos do papel e fazer algo diferente, nem que seja por um dia. Não precisa ser grande, só precisa ser significativo pra você.

zona-de-conforto-3Que seja aprender uma habilidade nova, que seja mudar um hábito que te incomoda, que seja sair daquele emprego que você não gosta, terminar aquele relacionamento que te sufoca, estudar mais um pouco, começar uma atividade física ou um projeto que você tá guardando na gaveta há anos.

A gente nunca sabe o que encontrar, ou como vai ser lá fora, mas essa sensação de incerteza ela nos move. É aquele frio na barriga que nos traz emoção!

Temos 365 dias pela frente e, por que não, sair da nossa zona de conforto?

assinatura

Poderá também gostar de:

Poderá também gostar de:

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz

A menina da Dieta Fashion. Adora inventar uma moda e falar sobre tudo que pega bem! Juizforana, vinte poucos anos, jornalista, empresária e apaixonada pela vida. Acredita no amor e ele está presente em tudo que faz. Como toda leonina, adora um desafio. Sonha voar por todo mundo e viver sempre aprendendo.